.

Quem é Laércio Oliveira


Laércio Oliveira, uma história de honra, trabalho e fé

Quando chega a seu gabinete na Câmara, o deputado federal Laércio Oliveira vive o sentimento gratificante dos sonhos realizados. Na sua sala, fotos da família, fotos de Sergipe, prêmios e troféus testemunham que, sim, valeu a pena apostar.

Pernambucano, Laércio Oliveira mudou-se para Aracaju aos 18 anos de idade. Funcionário dos Correios, trazia poucas economias, montante aparentemente incapaz de consolidar seus propósitos ambiciosos. O rapaz relutava em abraçar definitivamente o serviço público. Queria empreender, conduzir a própria empresa e, por intermédio dela, traçar para si um novo destino.

Hoje, o empreendimento fundado por ele, o grupo Multserv, é uma potência nordestina. Gera cerca de 5 mil empregos diretos, todos formais. Presente em quase todos os estados do Norte e Nordeste, tornou-se um orgulho para Sergipe, a atestar a capacidade administrativa dos filhos desse estado – sejam os nascidos nele, sejam os que o adotaram com o coração. Cumpriu-se a missão a que Laércio se determinou: proporcionar emprego e renda.

Geração de emprego e renda foi a principal bandeira defendida por Laércio Oliveira ao se candidatar a deputado federal. Eleito em 2010 com 80 mil votos tem se destacado na Câmara dos Deputados como um parlamentar que defende a causa. Ele foi reeleito com 84.198 votos.

Humildade e trabalho árduo foram as marcas da trajetória de Laercio Oliveira. Não lhe constrangeram as várias ocasiões do início em que literalmente colocou as mãos nas vassouras, compartilhando o serviço com o quadro funcional, à época pequeno. Ao contrário, isso é motivo de orgulho para ele. “Quando eu comecei, eu limpei chão, convivi com meus funcionários, sempre os ouvindo e procurando saber quais as principais dificuldades por que passavam”, conta Laércio. “Eu não tenho empregados, a Multserv gera empregos para as pessoas que querem colaborar consigo mesmas e com uma empresa que dá todas as oportunidades para crescer”, completa.


Paralelamente a atuação empresarial, procurou sempre estudar para ampliar seus conhecimentos. Ele é graduado em Administração de Empresas pela Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe e especializado em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas.

O líder classista

A excelência que caracteriza a prestação de serviços por parte da Multserv e o espírito inquieto de Laércio Oliveira ensejaram que, longe de acomodar-se à posição de empresário bem sucedido, ele buscasse compartilhar suas experiências com colegas do segmento. Essa liderança natural levou-o ser aclamado presidente do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação (SEAC) de Sergipe, em 2000, revitalizando a entidade que, embora já constituída, navegava sem rumo.

Uma de suas ações mais significativas nesse período foi estabelecer parceria com o Senac de Sergipe, a partir da qual os profissionais da área de conservação de ambientes tiveram acesso a atividades de capacitação. Esse processo resultou em ganhos visíveis não apenas à qualidade do atendimento prestado aos clientes, mas sobretudo na formação de uma mão de obra qualificada, o que contribuiu para elevar a autoestima dos trabalhadores do setor.

Como presidente do SEAC/SE, Laércio ocupou um primeiro espaço na diretoria do órgão máximo do setor - a então Federação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviços de Limpeza Conservação (Febrac). Como diretor, deu nova roupagem e dimensão ao Encontro Nacional das Empresas de Asseio e Conservação, profissionalizando sua organização, engrandecendo-o em alcance e importância.

Por tudo isso, não foi surpresa que, em 2004, Laércio Oliveira tenha sido escolhido, por unanimidade, o novo presidente da Febrac – tornando-se o primeiro representante do Nordeste brasileiro a conquistar tal honra. Poucos meses depois, em setembro do mesmo ano, ele seria eleito diretor da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Reeleito em 2007 para novo mandato à frente da Febrac, o empresário de Sergipe trazia na bagagem várias reuniões com parlamentares federais, ministros e outras lideranças classistas, todas movidas pelo objetivo de dar visibilidade ao setor de Serviços, a sua importância como maior empregador do país e como contribuinte e, sobretudo, a sua dimensão social, tendo em vista ser porta de entrada no mercado de trabalho para milhares de pessoas com baixa escolaridade. 

Nesta vasta biografia baseada no trabalho, Laércio Oliveira galgou ainda espaço como membro titular da Câmara Brasileira de Serviços Terceirizáveis (CBST). Atualmente é vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, CNC e presidente da Fecomercio/SE (Federação do Comércio, de Bens, Serviços e Turismo em Sergipe) .

A participação política

A partir do entendimento de que a geração de emprego e renda não pode prescindir de um ambiente favorável ao crescimento econômico do país, Laércio Oliveira ousou sonhar ainda mais longe. Em 4 anos anos de mandato apresentou 667 proposituras (entre requerimentos, indicações e emendas), 104 projetos apresentados e 147 discursos em Plenário. Entre os projetos de sua autoria está o que determina que nota fiscal terá quantidade de imposto informada no preço final dos produtos, que teve o texto aproveitado para a lei 12.741, sancionada pela presidente Dilma Roussef. A lei tem o objetivo de esclarecer a população sobre a quantidade de impostos que se paga, para que aprenda a cobrar por melhores serviços públicos no Brasil. A defesa de uma reforma tributária no Brasil é outra forte bandeira de atuação do parlamentar.

Na Câmara dos deputados, Laércio Oliveira é vice-líder da minoria, membro titular da Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Público e membro suplente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio e na Comissão de Eduacação. Nessas comissões, já relatou projetos importantes como a regulamentação da profissão do comerciário, entre outros.

O parlamentar é também idealizador e presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Setor de Serviços, um setor que representa hoje 68% do PIB do Brasil e reúne bens intangíveis como bancos, imobiliárias, seguradoras, consultorias, entre outros. O Setor de Serviços é o que representa um maior crescimento em número de novos postos de trabalho.

Toda essa vida dedicada ao trabalho foi coroada com a classificação de Laércio Oliveira pela revista Veja, como o terceiro melhor deputado federal do Brasil, que mais trabalhou em 2013 por um país moderno e competitivo. O ranking foi feito a partir do posicionamento de deputados federais e senadores em relação a propostas de ajuste na legislação brasileira capazes de contribuir para a consolidação de um país mais moderno e competitivo. A iniciativa, pioneira no Brasil, leva em conta nove eixos considerados fundamentais para que se alcance tal objetivo - da diminuição da carga tributária ao aprimoramento das relações entre empregadores e empregado.

"Fico pensando em tudo que fizemos e chego a conclusão de que é possível ser um bom parlamentar sem extrapolar os limites do respeito, da obediência cívica e da educação. O orgulho de ser deputado federal é o que me alimenta a cada dia. É a vontade de traduzir em cada atitude a importância do voto de confiança que recebi dos sergipanos que acreditaram nas minhas palavras e a consciência de que não tenho o direito de decepcionar nenhum deles, inclusive daqueles que não votaram em mim", disse Laércio Oliveira.





Veja também









Login Webmail

Email:
Senha:
Login webmail
www.laerciooliveira.com.br